Eu ♥ Este Filme #2

09:00 C. Vieira 0 Comments

Olá!
Bom, este texto deveria ter saído ontem mas não adianta programar post no blogger. Tem que postar manualmente mesmo. Então, vamos a ele!

Falar sobre filmes parece algo comum. O número de lançamentos anual mostra que somos uma sociedade que ama se sentar em frente à uma tela de cinema (ou outra qualquer) e deixar, por horas à fio, se envolver por uma trama. Segundo o Internet Movie Database (www.imdb.com), em 2006 foram lançadas, em todo o mundo, 21.847 produções audiovisuais, entre elas 19.328 filmes (as demais são novelas, séries de TV e outras obras que misturam som e imagem). Em 2005, o número de filmes havia sido maior: 21.761. E, de janeiro a julho de 2007, 10.254 títulos foram lançados ao redor do planeta. 

Eu não sou diferente de nenhuma boa cinéfila ou cinéfilo, e minha lista de preferidos só aumenta à medida que os estúdios, espalhados pelo planeta, continuam aquecidos produzindo filme atrás de filme.

E, para este segundo Eu ♥ Este Filme, voltei a utilizar do sorteio. E porque faço isto aqui também? Porque, como disse antes, tenho a oportunidade de rever aquele filme que, muitas vezes, eu não assisto há anos (é, a lista é tão grande que  não dá pra rever os favoritos, por exemplo, numa tarde, uma semana, um mês...).

E vamos ao sorteio! Este 'Eu ♥ Este Filme' é sobre a película...


Chumbo Grosso (2007) do diretor Edgar Wright.


Nossa, esse Sorteador é uma surpresa mesmo! Este filme eu assisti há pouco tempo. Mais por causa do comediante Simon Pegg (Star Trek: Sem Fronteiras, Hector e a Procura da Felicidade, Missão Impossível 3, 4 e 5 e Star Wars: O Despertar da Força) do que por pensar que a história era boa. Eu acho este inglês um ator muito profissional e que demorou para estourar fora do circuito europeu. Apesar de ser um filme "para meninos" (algo que eu não gosto muito), foi um enredo muito divertido. E a parceria de Pegg com Nick Frost volta a acontecer (pela quarta vez). Em geral, os filmes tem muito palavrão e bebedeira. Da maioria, eu não gostei e nem mesmo achei lá muito engraçado. Mas este traz Pegg em um papel bem diferente do que costuma apresentar em comédias.
Bem, a história gira em torno do personagem de Simon Pegg, o sargento Nicholas Angel, que é um policial linha dura, cumpridor de regras e recordista em prisões e resoluções de casos. O departamento de polícia de Londres o detesta exatamente por causa disso: ninguém sequer consegue competir com ele, e nem mesmo deseja, porque sua atitude extremamente responsável faz os demais policiais parecerem o que realmente são: medianos e, muitas vezes, desleixados e relapsos. A permanência no departamento de polícia é algo que causa desgosto a todos, menos ao policial Angel, que sequer nota a inveja e o despeito dos colegas. Ele vive pelo trabalho, e mais nada. Nem mesmo seus superiores escapam de se sentirem inferiorizados diante da conduta corretíssima dele. E, por isso, decidem transferi-lo para uma cidade no interior, bem longe de Londres. E, para desespero de Angel, a que menos tem ocorrências de crimes no país. 
Contudo, ele percebe que a aparente tranquilidade e cordialidade do lugar esconde algum segredo. Quando estranhos desaparecimentos e, mais suspeitos ainda, acidentes começam a ocorrer, Angel desconfia de que uma conspiração está instalada ali. Onde? Ele não tem a menor ideia. Mas isso não enfraquece sua disposição em investigar a fundo, enquanto salva cisnes e lida com seu parceiro meio abobalhado, viciado em filmes policiais (que ama assistir Caçadores de Emoção)
É uma comédia inglesa e, em geral, elas tem uma forma diferente de humor. Nada apenas de tentativas escrachadas de fazer rir. Elas estão lá (tem tudo de idiota que aparece em filmes policiais "sérios", mas zoando cada um deles) para mostrar que dá para rir de quem tenta forçar uma piada. No entanto, o ponto alto (e a grande surpresa do filme!) são os criminosos. É difícil  não rir dessa improbabilidade que tornasse bem plausível se parar para pensar no conjunto inteiro da "conspiração".
Antes de dar meu veredicto, vou falar de umas coisas legais sobre o filme e quem quiser, encontre-os nele: Cate Blanchet (O Senhor dos Anéis, Elizabeth, Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal, Babel e O Curioso Caso de Benjamin Button) e Peter Jackson (O Senhor dos Anéis, lembra?). Além disso, as homenagens a filmes policiais ocorre a todo momento. Sem dar spoilers, porque quem é fã do segmento vai reconhecer as cenas-homenagens, mas a capa do dvd é uma referência a filmes como Police Story 3: Supercop, Caçadores de Emoção e Bad Boys II. Assistindo ao filme é que se entende melhor estas referências. E a trilha sonora de bandas britânicas, como Dire Straits, também ajuda a "entrar no clima" da ação.

Bem, meu apontamento é que esta é uma das comédias mais engraçadas que já vi. Em geral, comédia é para fazer rir e só, mas quando a história tem alguma base (ainda que louca) de argumentação, você vai querer assistir de novo. Comédias não são necessariamente o ápice dos meus filmes favoritos, mas estão lá como muitos outros. Assim, Chumbo Grosso (trailer legendado aqui), como uma paródia dos filmes de ação mais famosos, me fez rir demais todas as vezes em que assisti. Acho que a dupla de personagens só perde (para mim) para as tiras de As Bem Armadas, mas estes caras fazem "bonito" também.

Eu recomendo a qualquer pessoa que queira rir um pouco sem se preocupar em admirar uma cidadezinha pitoresca com um olhar à la Máquina Mortífera.


Boa sessão de cinema em casa e não se esqueça da pipoca!


Até a próxima!

0 comentários: